BLOG

Estamos na era do analfabetismo digital?

Analfabetismo digital

Numa era em que a tecnologia predomina, muitas pessoas ainda possuem dificuldades

Depois de 20 anos convivendo com toda a evolução tecnológica do meu segmento, criando sites, treinando equipes e profissionais, prestando consultorias em diversos setores, tirando dúvidas de amigos e familiares, eu percebi que vivemos uma era do analfabetismo digital.

Eu sempre brinco em casa quando minha querida esposa me pergunta algo tão simples, e a minha resposta é sempre a mesma, antes de resolver a questão: – Diga minha analfabeta digital! Uma forma de provocar, para ver se ela busca evoluir e aprender sozinha. Temos a mesma idade (40 anos), somos da mesma geração, mas, eu sou da área de tecnologia e vivencio isso 14h por dia, não sou a referência ideal para comparações.

Eis que chego a meu pai, um senhor de 72 anos, que possui uma máquina bem melhor que a minha do trabalho, que baixa filmes em sites piratas, põe legenda, faz capa de CD no Corel Draw e ainda faz curso de Photoshop para tratar as fotos antigas da família. Ok, ele é um ponto fora da curva e não é referência nenhuma aqui.

Vamos aos clientes, colaboradores e amigos

Aqui são situações comuns nas empresas, mas, nenhuma se compara a “configuração do e-mail no Outlook”. São 20 anos que estou na área e 20 anos que os usuários têm o mesmo problema para resolver.

O mais interessante é que, quando se cria uma conta de e-mail, o próprio Outlook envia instruções de como configura-lo para baixar. Mesmo assim, me ligam para perguntar sobre um assunto que eles mesmos já possuem a solução na frente deles. Seria desconhecimento técnico, medo de fazer algo de errado ou preguiça de ler?

Acho que os três motivos. Aprendi desde cedo que ser proativo te liberta. Quando meu antigo gestor me passou uma demanda de converter um vídeo para a internet nos anos 2000, trazendo para mim uma TV de 14 polegadas, um vídeo cassete e um computador com uma placa de vídeo eu pensei: – Putz, que massa! Mas não tinha a mínima ideia de como fazer aquilo.

Nessa época não existiam tutoriais em vídeos no Youtube, não existiam plataforma de vídeo, e tive que baixar aproximadamente 30 softwares demo, de todas as linguagens, até em russo! Meu desafio era tentar decifrar o manual técnico, e aprender literalmente “na tora” a conversão deste vídeo. Uma semana depois, estava ele, o bendito vídeo, publicado no site oficial do Esporte Clube Bahia.

Quando lembro desta história e vejo a facilidade que temos hoje em buscar fontes diversas em uma simples busca no Google, achando tutoriais, treinamentos em texto, vídeos e áudios sobre tudo, literalmente tudo, conclui-se que ser proativo e corajoso, sim, você não vai quebrar o software se colocar as configurações erradas… errou, tente novamente até acertar, mas tente, seja corajoso neste sentido, te liberta, traz autonomia e mais conhecimento!

Esta dica serve para configurar um e-mail, baixar apps, e se tiver dúvidas, pergunte ao pai dos burros: google.com.br.

Saint Clair