BLOG

Seja o administrador da sua vida

Esquecer a senha é um problema simples de se resolver, desde que você tenha acesso ao e-mail de recuperação.

Esquecer a senha é um problema simples de se resolver, desde que você tenha acesso ao e-mail de recuperação.

Janeiro de 2003. O telefone toca e do outro lado da linha um famoso cantor de Axé me alertava: – Saint Clair o site está fora, resolva isso por favor. Logo respondi positivamente: – ok, vou resolver. Eu não imaginava o imbróglio que viria pela frente.

Site fora do ar pode ter diversos fatores, mas, em 90% dos casos é pela simples falta de pagamento do registro anual. Fui direto para o procedimento padrão, consultar se o domínio estava pago. Para minha surpresa além de estar em dia o vencimento era 2 anos posteriores aquela data.

Ainda durante a consulta percebi que haviam retirado o meu acesso como contato técnico, que logo confirmei pelos e-mails que recebi do serviço, alertando sobre a alteração do contato e do DNS.

DNS? Pensei no pior! Apontaram o domínio para outro servidor sem falar comigo? Como assim? Bateu aquele desespero. Quem fez isso? Algum hacker? Roubaram a senha do administrador? Liguei para meu cliente e perguntei a ele se havia delegado este acesso titular para algum funcionário.

Ele surpreso me perguntou: – Acesso titular de quê? A ficha caiu! O domínio não estava em nome dele, e sim de seu irmão.

Resumo da história. Uma briga familiar fez com que seu irmão para se vingar, retirou o site do ar e pediu 20 mil reais ao “brother”. A banda estava no auge, música na novela, muitos shows, e o site recebia 20mil visitas por mês. Uma bomba que caiu no meu peito. Resolva!

Meu cliente ficou sem reação, mas tinha que se resolver. A minha primeira atitude foi registrar outro domínio e subir o site todo novamente para lá.

Quando se digitava o nome da banda nos buscadores, o site novo não aparecia em resultado nenhum, era invisível. Em primeiro, apenas o endereço do irmão. Meu cliente era acuado pelo próprio irmão, estava sem reação, ele não esperava isso.

7 dias depois, o novo domínio já estava na primeira página, e com 15 dias, em segundo, logo embaixo do endereço mais antigo.

O crescimento do ranking do site nos resultados de busca do Google foi determinante para que seu irmão retornasse ao DNS original e meu acesso ao serviço que administra a conta. Com o acesso, restaurei o link.

Briga resolvida. Mas, não poderia passar por isso novamente. Meu trabalho não terminava ali. Em posse do domínio original, resolvi “matar o endereço”, fazendo um redirecionamento permanente para o novo endereço, dessa vez, em nome do verdadeiro dono. O procedimento fez sumir todo o rastro nos resultados de busca do Google do domínio antigo, e junto com ele, todo o seu poder em extorquir o irmão.

É muito comum novos registros serem feitos com o CNPJ de empresas que prestam serviços de informática, ou em nome de profissionais liberais e autônomos. Exija que o cadastro seja feito em seu nome, crie uma conta no serviço de registro. Delegar tudo pode se tornar uma grande dor de cabeça no futuro.

Seja o perfil que administra o site da sua empresa, a sua página do Facebook, seja o administrador de todos os serviços da sua vida digital.

Saint Cair, empreendedor.