Autor: Elson Barbosa

Treinamento do Google em Salvador apresenta ferramentas de Marketing Digital

O treinamento de marketing digital lotou a Arena por uma simples razão: “o digital, a tecnologia e a internet têm o potencial de desenvolvimento econômico e pessoal muito grande para o mundo”, explicou Jimena Tomás, gerente de marketing do Google. Ao todo foram capacitadas mais de 15 mil pessoas entre segunda-feira (20) e ontem. No primeiro dia, o coordenador do Google News Lab no Brasil apresentou ferramentas que podem ser exploradas na rotina dos jornalistas. Já no segundo dia, foram apresentadas estratégias para alavancar uma empresa através das ferramentas do Google.

Para o CEO da Loup Brasil, Saint Clair Lôbo, estar antenado sobre o que há de novo para o Marketing Digital é fundamental para ganhar visibilidade na internet. “Já trabalho com as ferramentas do Google há anos. Todos os sites que criamos na Loup é embasado nas ferramentas para crescimento na internet. Esse treinamento foi fundamental para se atualizar e adquirir mais conhecimento para colocar em prática com os nossos clientes”.

Saint Clair, fundador da Loup Brasil, empresa que atua há mais de 10 anos em criação de sites em Salvador, Bahia.

Quem pode empreender no digital?

A resposta para este questionamento é uma só: “qualquer pessoa”, destaca a gerente de Marketing do Google, Jimena Tomás. “Com o treinamento a gente quer mostrar, justamente, que todo mundo pode estar no ambiente digital, que é acessível e de fácil compreensão”, afirmou.

Existem dois principais produtos/ferramentas do Google que permitem uma imersão sem gasto no empreendedorismo digital, dentro do Google Meu Negócio: a localização da empresa no Google Maps e a criação de um domínio (site) exclusivo.

“Para você estar online, é importante ter um site, que funciona como um cartão de visitas da internet. E, como o Google Meu Negócio, isso ficou bastante fácil”, aponta Jimena.

Para ela, todas as ferramentas disponíveis no universo digital ajudam a diminuir os impactos de uma crise econômica existente no país. “O desemprego hoje é uma realidade e mostrar para as pessoas que elas podem ter renda a partir do marketing digital é de extrema importância”, concluiu.

LinkedIn vai relançar o Groups para smartphones dentro do app principal

Buscando mudar a percepção de “cidade fantasma” que algumas pessoas têm da rede social, o LinkedIn vai relançar, até o fim deste mês, o LinkedIn Groups para smartphones. A mudança reside no fato de que, ao invés de um aplicativo próprio (que foi descontinuado em fevereiro justamente para esta finalidade), o Groups agora deixa de ser uma “seção” à parte para tornar-se uma “função” do aplicativo principal da empresa comandada pela Microsoft. Algo similar foi feito pelo Facebook, que eliminou o aplicativo Facebook Groups e o fundiu ao principal.

Em e-mails direcionados aos moderadores e donos de grupos grandes e influentes, a rede social já comunica a mudança, ressaltando também algumas funções novas e supostas vantagens: uma vez atualizado, o Groups passará a exibir posts de usuários dentro da linha do tempo principal, sem a necessidade de que o público acesse a página de um grupo para ver seu conteúdo. Mais além, autores de posts em grupos poderão enfim adicionar mídia (fotos, vídeos) em seus textos e comentários. Mensagens do grupo e interações em geral agora serão exibidas em cascata (thread). A aba de notificações também vai exibir posts dos grupos.

Contudo, outras funções serão removidas a fim de tornar o serviço mais fluído em sua experiência de uso, tais como a habilidade de enviar posts como e-mails para membros do grupo e a pré-moderação de comentários. De acordo com Mitali Pattnaik, gerente de produto do LinkedIn Groups, em entrevista ao Tech Crunch, “algumas dessas capacidades vão voltar com o tempo”. Ele ainda ressaltou que, como um aplicativo próprio, o Groups acabou evoluindo em um ritmo muito lento se comparado ao principal e, por isso, as constantes atualizações acabaram não resolvendo a situação.

O LinkedIn Groups ainda não tem uma data exata para voltar à ativa como função do aplicativo principal, mas as alterações mencionadas devem chegar até o final de agosto.

Como atrair o público certo para o seu e-commerce?

Atrair acessos e clientes em potencial até o e-commerce é um objetivo sempre visado. Afinal, quanto mais cliques das pessoas certas chegando no site, maior a chance de fechar vendas. Mas, como a competição está em todos os segmentos, é preciso se diferenciar já no primeiro contato.

As estratégias de marketing de atração só fazem sentido quando são pensadas no formato certo e direcionadas ao público correto. Para isso, gestores e analistas de marketing que cuidam de e-commerces devem ficar atentos a três etapas principais:  análise do cenário, segmento e formatos; criação de conteúdo para atração e maneiras possíveis de distribuição do material.

Como analisar?

O primeiro passo é definir qual público deve ser atraído para o seu e-commerce. Faça uma mensuração de faixa etária, localização geográfica, interesses e problemas do possível consumidor. O histórico no e-commerce e dados do Google Analytics ajudam a compilar dados e entender padrões no comportamento.

Busque identificar em quais mídias o público desejado consome conteúdo e quais são os formatos – texto, vídeo, áudio, infográfico – favoritos para consumir informação.

Após essa definição, faça pesquisas sobre temas de interesse. Reconheça as principais dúvidas, veja quais soluções podem ser oferecidas ou outro fator que pode motivar o engajamento do público. Utilize ferramentas de buscas de palavras-chave, como o Ubbersuggest, ou o Google Trends, que mostra assuntos que estão em alta. Elas podem inspirar e auxiliar na definição de ideias.

Quais são os conteúdos “certos”?

O conteúdo “certo” é aquele que cativa o público desejado, despertando atenção por meio do entretenimento, resolução de dúvidas ou problemas, seja trazendo informações novas ou apresentando de uma forma inusitada.  Pode ser uma série de posts no Facebook ou Instagram, listas, posts de blog, e-books, testes, entre outros.

As metodologias de Inbound Marketing e Inbound Commerce colocam o conteúdo no centro da estratégia de atração e, após a conversão, tornam-se fundamentais na nutrição dos leads e relacionamento. Além disso, auxiliam a segmentar ainda mais a base. Para saber mais sobre o assunto, clique aqui.

Produzir conteúdo no Instagram (feed, Stores, transmissões ao vivo e IGTV) é uma forma de melhorar a visibilidade do e-commerce e interagir com o público.

Planejando a distribuição

Um erro comum é focar na análise e na produção e esquecer a distribuição. Todas as etapas têm a mesma importância para que os objetivos sejam alcançados. Confira algumas dicas:

Período e sazonalidade

Atente-se aos períodos de maior procura ou engajamento com o tema do conteúdo produzido e concentre as ações de distribuição – publicação, parceria, investimento – nesses momentos.

O lançamento de um calendário com datas para o nicho de Odontologia, por exemplo, tem um período limitado. É provável que os meses iniciais sejam o de maior procura pelo material, mas isso não impede que o tema seja revisitado ao longo do ano. Nesses casos, a dica é trabalhar em posts de blog ou para as mídias sociais as datas de cada mês, indicando a publicação como material completo.

Nas mídias sociais, posts sobre datas comemorativas, principalmente as que remetem à compra de presentes, devem ser antecipadas como lembretes ou sugestão de ideias. No dia específico, faça publicações visando engajamento do público.

Múltiplos canais

Se o material é um e-book, por exemplo, pode ser divulgado nas mídias sociais do próprio e-commerce e de parceiros. Banners com link para a página de download no site ou em blogs, sugestão do material em newsletter…

Depois de atrair o público certo para o seu e-commerce, é importante nutrir com conteúdo relevantes, até que esteja pronto para fechar uma compra. Imagem: Nação Digital.

Parcerias e Imprensa

Influenciadoras, formadores de opinião e sites especializados podem ser ótimas opções para divulgação de conteúdos, principalmente de ofertas de valor gratuitas (ferramentas, guias e planilhas). Faça uma lista estabelecendo para quem e para quais canais a informação produzida é relevante.

Investimento X orgânico

O investimento em mídia paga deve ser previsto na etapa de planejamento e pode ser distribuído em anúncios, ações com influenciadores, etc. Se não houver essa possibilidade, a atenção deve ser redobrada nos canais orgânicos para um resultado satisfatório. Monitore a ação, faça testes A/B, veja os dias e horários de publicação e identifique picos de audiência.

Lembre-se que o mesmo material pode ser adaptado e distribuído em várias frentes, desde que esteja de acordo com a proposta e o formato do canal de distribuição escolhido. Um e-book pode ser adaptado para posts de blog, por exemplo. Dentro do planejamento de marketing de atração, seguir as etapas de análise, criação e distribuição pode trazer bons resultados para seu e-commerce!

Instagram vai reforçar segurança após casos recentes de contas hackeadas

O Instagram se posicionou hoje (15) sobre o crescente problema de contas hackeadas em agosto. A rede social afirmou estar ciente da situação e mantém investigações em curso para tentar encontrar a raiz do problema e uma solução.

Em comunicado publicado em seu blog oficial, o Instagram afirmou que mudanças vêm aí para incrementar a segurança e citou futuras novidades para a autenticação de duplo fator. Esse método somente autoriza o login a uma conta após a confirmação da identidade do usuário — um código único é enviado via SMS para autorizar o acesso.

O anúncio feito pelo Instagram é importante porque muitos relatos feitos ao site Mashable informa que a autenticação de fator duplo estava ativada no momento em que a conta foi hackeada. Assim, a mudança prevista pelo Instagram provavelmente tentará tornar ainda mais seguro esse processo de confirmação.

Além de anunciar a novidade, o Instagram deu dicas para que os usuários evitem maiores problemas. A rede instrui o usuário a clicar sobre o link “reverter esta alteração” sempre que você receber um email informando sobre alteração de senha não solicitada e a usar uma senha forte para proteger a sua conta. O Instagram fala, ainda, sobre a importância de se revogar o acesso à conta por parte de qualquer app suspeito e indica a central de ajuda reaver uma conta roubada.

“Temos equipes dedicadas a ajudar pessoas a protegerem as suas contas”, relata a rede social. “Se você nos procurou para saber da sua conta, em breve você será contatado pelo nosso time.”

Enquetes do Instagram agora podem ser feitas por mensagens diretas

Quando as enquetes chegaram aos Stories do Instagram, a coisa virou febre praticamente instantânea. Contudo, rapidamente o pessoal descobriu que as respostas são exibidas para todos os seguidores, o que rendeu alguns desconfortos para os mais desavisados. Agora, o Instagram passa a permitir a realização de enquetes por meio das mensagens diretas do aplicativo.

É possível fazer perguntas que serão entregues apenas aos seguidores desejados, sem revelar a enquete de maneira pública nos Stories, se você assim desejar. A novidade chega ao aplicativo para Android e iOS a partir de hoje (14), sendo liberada aos poucos para todos os usuários — basta manter seu app devidamente atualizado e aguardar a chegada do recurso.

As enquetes, além de serem mais um recurso “engraçadinho” do Instagram, também podem ser muito úteis para empresas fazerem pesquisas de mercado com um público-alvo selecionado. Com a possibilidade de se enviar enquetes pelas mensagens privadas, esse tipo de pesquisa pode ser ainda melhor segmentada por parte das empresas presentes no Instagram.

A novidade foi revelada nesta terça (14) no Twitter oficial do Instagram:

Google rastreia seus usuários mesmo com o histórico de localização desativado

Uma investigação coordenada pela agência de notícias Associated Press (AP)  revelou que o Google rastreia e armazena informações de localização de seus usuários mesmo após a desativação do recurso. A descoberta foi realizada por pesquisadores de ciência da computação da Universidade de Princeton, no estado de Nova Jérsei, Estados Unidos, a pedidos da agência.

Alguns serviços e aplicativos do Google solicitam a permissão dos usuários para compartilharem informações de localização. Caso você deseje encerrar esse tipo de rastreio, basta pausar o histórico de localização nas configurações do sistema, que tecnicamente deveria interromper a ação da empresa de seguir seus passos, porém não é isso que acontece, conforme revelou a AP.

A página de suporte do Google orienta: “Você pode desativar o Histórico de localização a qualquer momento. Com o Histórico de Localização desativado, os lugares em que você está não são mais armazenados”, explica o comunicado.

Mesmo com a função de localização desativada, o Google consegue ter acesso e armazena informações do local onde seus usuários estão. As informações são coletadas através da simples ação de abrir o Google Maps ou acessar a previsão do tempo. O Google armazena um instantâneo da localização de seus usuários ao utilizarem esses serviços.

Em resposta às acusações, o Google enviou um comunicado ao portal de notícias Bloomberg. A empresa esclarece que o histórico de localização pode ser desligado a qualquer momento, porém mesmo desativado obtém informações para melhorar a experiência do Google.

“Como a história observa, garantimos que os usuários do Histórico de locais saibam que, quando desativam o produto, continuamos a usar o local para melhorar a experiência do Google quando eles realizam uma pesquisa no Google ou usam o Google para obter rotas”, explica a empresa.

Mais de 70% dos pequenos empresários usam redes sociais e aplicativos

Uma pesquisa realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) constatou que, nos últimos três anos, os pequenos negócios no Brasil investiram na informatização e na utilização de novas ferramentas digitais, em especial nas redes sociais. Pelos dados, 72% utilizam o WhatsApp para se comunicar com clientes e 40% mantêm perfil no Facebook.

O estudo “Transformação Digital nas MPE” analisou a informatização das micro e pequenas empresas, no período de abril a junho deste ano, e fez 6.022 entrevistas em todo país, por porte e setor da empresa, sexo, faixa etária e escolaridade.

A pesquisa avaliou como o setor está envolvido no processo de mudança para a era digital, confirmando o crescimento do grau de informatização das empresas de micro e pequeno porte. Para 51% dos entrevistados, as vendas pela internet e redes sociais vão avançar mais do que as vendas tradicionais, nos próximos cinco anos.

A rede social Facebook e o aplicativo WhatsApp são as ferramentas mais usadas pelas micro e pequenas empresas na divulgação de produtos e serviços. Estes instrumentos também são utilizados para o relacionamento com os clientes.

Essenciais

Para a diretora técnica e presidente em exercício do Sebrae, Heloisa Menezes, o estudo mostra como as tecnologias digitais são essenciais nas atividades comerciais e nos negócios. “Vivemos numa era em que as pessoas passaram a adotar um comportamento cada vez mais digital. E para os pequenos negócios já é obrigatório ter uma presença nesse mundo tecnológico, utilizando as ferramentas que estão na palma da mão dos clientes a todo momento”, disse.

A proporção de empresas com página na internet mais do que dobrou, passando de 11% para 27% das MPE, sendo que o maior avanço ocorreu no uso das ferramentas digitais, em especial no caso do WhatsApp e do Facebook.

A quantidade de empresas com perfil no Facebook passou de 37% para 40%, enquanto o WhatsApp é usado por 72% do setor para se comunicar com clientes, principalmente para disponibilizar informação de produtos ou serviços (59%), atender o cliente “on-line” (59%) e fazer vendas (43%).

O Facebook é usado para os mesmos fins, porém, em menor intensidade (respectivamente 37%, 24% e 17%).

Comparação

Na comparação com o último estudo do Sebrae, de 2015, o uso de computadores nas empresas passou de 56% para 57% no caso dos microempreendedores individuais, de 83% para 89% nas micro empresas e de 94% para 97% nas empresas de pequeno porte.

Atualmente, 73% dos microempreendedores individuais, 91% das micro empresas e 99% dos empresários das empresas de pequeno porte acessam a internet e o fazem predominantemente por meio do celular e do computador na empresa.

6 dicas essenciais para conquistar novos clientes com conteúdo estratégico

Não é nenhuma novidade que o marketing digital tem sido uma das principais ferramentas que exemplificam como conquistar novos clientes com conteúdo através da informação de qualidade.

Quando precisa de um serviço ou mesmo tem uma dúvida, por exemplo, sobre estoque para sua empresa, além de consultar um amigo ou alguém próximo, a internet tem sido a principal ferramenta para sanar dúvidas e apontar possíveis direcionamentos.

Por essa razão é imprescindível que os conteúdos da sua empresa estejam totalmente alinhados com as principais dúvidas, preocupações e anseios para fidelizar e atrair novos clientes.

Confira dicas para atrair novos clientes com as redes sociais e blog e use a comunicação a favor dos seus negócios.

O Inbound Marketing é uma ferramenta que vai muito além de conquistar novos clientes com conteúdo, mas fortalecer laços e ser um apoio nos momentos necessários. Será que o seu conteúdo está falando com o seu cliente?

Conteúdo alinhado com os interesses do cliente

É muito importante antes de iniciar qualquer trabalho em marketing digital avaliar se o conteúdo produzido ‘fala’ com o público alvo, essa é uma das principais estratégias do Inbound Marketing.

Como um texto ou postagem no facebook pode falar com o cliente:

  1. Informe sobre novidades no setor de interesse do público alvo;
  2. Esclareça sobre as principais dúvidas do consumidor/público em relação ao seu serviço/produto;
  3. Quais são as principais ‘dores’ do cliente em relação ao serviço prestado e como a sua empresa pode solucionar;
  4. Agregue valor ao serviço que a sua empresa oferece e acima de tudo, como pode ajudar o cliente;

Mantenha uma atualização diária de dicas profissionais que possam auxiliar o cliente e torná-lo seguidor da sua página.

Qual a importância de um bom planejamento de conteúdo?

Após avaliar a persona e todas as reais necessidades do público alvo é hora de criar um planejamento estratégico de conteúdos. A organização é também um ponto crucial para quaisquer resultados em SEO e Inboud Marketing.

Manter as atualizações organizadas por datas e periodicidade é de suma importância para bom posicionamento nos mecanismos de busca. Fique atento a essa etapa e exija organização da redação para conquistar novos clientes com conteúdo.

Os temas definidos no planejamento devem estar alinhados as necessidades do cliente, serviços da empresa e novidades no setor de interesse. A linguagem, abordagem dos temas, títulos, devem seguir a identidade do público.

São jovens de 18 a 25 anos? Esse público anda de skate? Obviamente nesse caso toda a linguagem será reconfigurada para dialetos do dia a dia da ‘galera’ que curte o esporte.

Linguagem direta, clara e assertiva!

A linguagem faz toda diferença na etapa de conquistar novos clientes com conteúdo. Seja conteúdos visuais ou artigos escritos, o teor dos textos, temas trabalhados e a entonação adquirida precisa ser familiarizada com a identidade da empresa, como também com a persona a ser alcançada.

O que é persona?

Persona é a definição do cliente e suas principais características na hora de adquirir o produto ou serviço oferecido pela empresa. Essa etapa vai exigir uma boa e minuciosa pesquisa por parte da equipe de marketing e publicidade. Perguntas certas irão gerar respostas e informações cruciais para definição do perfil.

Na estratégia de conquistar novos clientes com conteúdo, anterior a essa etapa, o processo de identificação da persona é essencial. São essas as informações que irão direcionar os redatores a produzirem conteúdos e adquirir o tom correto dos textos para um Inboud Marketing de sucesso.

SEO é obrigatório!

A sua equipe de redação pode ser fera, pesquisar muito sobre os temas e ter uma ortografia e semântica impecável, porém na era digital, essas características não são o bastante para conquistar novos clientes com o conteúdo.

Portanto, os textos e tudo o que for divulgado, seja nas redes sociais ou no blog, devem ser estrategicamente planejados. Empresas especialistas nessa tarefa, como a Loup Brasil podem auxiliar.

Qualidade é essencial!

Pensar que os conteúdos otimizados abrem mão da qualidade é mito! A etapa de pesquisa e o aprofundamento dos temas, tal como a abordagem agradável são características essenciais para um bom conteúdo.

Ser original é outra característica valorizada em qualquer artigo informativo. Procure explorar temas por outro ponto de vista, seja crítico, analítico e agregue conhecimento ao leitor.

Conheça 12 truques para suas pesquisas no Google

O Google é o site mais visitado da internet; a utilidade da ferramenta de busca no cotidiano do internauta é indiscutível. Porém, ele possui alguns recursos “escondidos” que podem tornar as buscas mais simples, refinadas e precisas. Tudo isso para garantir que você encontre o que procura. Listamos 12 truques para você fazer uma pesquisa mais específica.

Pesquisar por palavras desconhecidas ou curingas

Muito útil para procurar letras de músicas ou frases que você tem incertezas sobre algum termo. Digite as palavras que você conhece e substitua as que você não conhece por um asterisco (*)

Encontre sites similares

Uma boa saída se você está procurando sites que vendem os mesmos produtos para fazer comparação de preços. Para encontrar páginas semelhantes, pesquise por: related:[endereço do site que você quer buscar similares]. Por exemplo: related:[tecmundo.com.br]

Buscar informações de um voo

Perfeito para viagens de última hora: basta saber a companhia aérea e o número do voo, que as informações aparecerão na tela. Digite: [nome da companhia aérea] [número do voo]

Use aspas para procurar frases e termos específicos

Digitando a busca entre aspas (“ ”) faz com que o Google pesquise pelas palavras naquela ordem específica, ocultando páginas onde tais termos aparecem soltos ou em outra sequência.

Procurar em um site

Também é possível fazer pesquisas por termos em um site específico. Basta digitar: site:[website]:[palavras-chave]

Excluir termos da busca

Também é possível fazer com que certas palavras sejam excluídas dos resultados da sua pesquisa. Para isso, você deve colocar o símbolo de menos (-) na frente delas.

Definição de palavras

Para procurar o significado de um termo, basta digitar [define]: antes dele.

Gire uma moeda

Caso não saiba o que pesquisar, digite (flip a coin), e o Google o redirecionará para uma moeda virtual para ajudar a decidir.

Conversão de unidades

O Google também tem uma ferramenta que permite a conversão de valores com unidades diferentes, como de centímetros para metros ou gramas para litros. Basta digitar [unidade1] in [unidade2].

Pesquisar por tipo de arquivo

Se você tem que montar uma apresentação em PowerPoint, por exemplo, e quer ver como outros o fizeram, a solução é: pesquise por tipo de arquivo para encontrar outros PowerPoints. Digite seus termos de pesquisa seguidos de [filetype: PPT].

Veja como está o tempo em qualquer lugar do mundo

O Google disponibiliza um comando rápido para você saber como está o tempo em qualquer cidade do globo. Ideal para saber o que colocar na mala para uma viagem internacional. Digite: weather [nome da cidade].

Personalize o período de sua pesquisa

As ferramentas avançadas de busca do Google permitem que você configure para que só apareçam nos resultados conteúdos postados em um determinado período. É uma ótima opção para pesquisas datadas. Para isso, basta configurar nas abas abaixo do campo de busca.

 

Saiba como reduzir o consumo de dados no Instagram em apenas dois passos

Muitas pessoas que usam Instagram costumam ter o hábito de passar o tempo navegando pelo feed e stories, observando as fotos e vídeos dos amigos. Mas isso pode ser uma grande arma contra o pacote de dados móveis, seja ele 3G ou 4G. Por isso, a rede social liberou um novo recurso que permite que você economize sua internet.

Gostou da novidade? Então acompanhe o passo a passo que preparamos para você:

1) Abra o Instagram e toque no ícone de Configurações, localizado em seu perfil.

2) Selecione a opção “Uso de dados do celular”, em seguida, ative a opção “Usar menos dados”.

Siga o passo a passo e reduza o consumo de dados do seu celular enquanto usar o Instagram.

Pronto! Você pode continuar usando sua rede social tranquilamente, só que agora usando seu pacote de dados em menor quantidade.

Vale dizer que a ativação dessa ferramenta pode fazer com que sua experiência de usabilidade seja afetada, por exemplo, o carregamento das fotos e vídeos podem demorar um pouco mais que o habitual.